História

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Confecção e de Vestuário de Guarulhos

 

 

Até 20 de dezembro de 1990 Guarulhos não possuía sindicato de trabalhadores do setor de confecção.

Os trabalhadores eram representados pela federação da categoria, que não tinha condições operacionais de atender plenamente as necessidades dos trabalhadores.

Apesar de Guarulhos ser a segunda cidade do Estado e ser uma das maiores concentrações industriais da Grande São Paulo, ficou décadas sem representação sindical dos trabalhadores da categoria. Finalmente em 20 de dezembro de 1990 os trabalhadores criaram o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Confecção e de Vestuário de Guarulhos.

Os trabalhadores saudaram a nova entidade, que imediatamente passou a organizar a categoria, promovendo a distribuição de jornais e panfletos, chamou as empresas para a negociação coletiva, promoveu mesas redondas e fiscalização do trabalho, organizou greves e participou ativamente da vida sindical da cidade.

Os sindicatos de trabalhadores de outras categorias de Guarulhos foram solidários com a entidade recém criada. Houve muita resistência de patrões e da própria federação.A diretoria  da entidade resistiu  a todas as tentativas  de  liquidar com o sindicato.  A subdelegacia do trabalho  de Guarulhos não estava acostumada a agir no cumprimento da lei, mas  através da pressão  sindical   mudou de postura e passou a   cumprir  suas obrigações.

As resistências foram vencidas e o sindicato adquiriu o respeito dos trabalhadores e dos patrões e consolidou sua personalidade jurídica sindical em setembro de 1992.Graças a combatividade  e a firmeza na defesa dos  interesses dos trabalhadores,  hoje  sindicato  é uma referencia  da categoria na cidade , no estado e Brasil.

De Janeiro de 1991 até Janeiro de 2001 o sindicato instalou-se em imóveis alugados e desde então está instalado na Avenida Doutor Renato de Andrade Maia, 190 – Cidade Maia / Guarulhos /SP, CEP 07114-000 na sua sede própria.