Sindicato patronal de São Paulo quer retirar direitos e reunião termina sem acordo

Dia 28 de junho aconteceu na sede da federação da categoria em São Paulo a segunda reunião de negociação salarial com o sindicato das industrias de confecção do estado de São Paulo.

 

Participaram da reunião representantes dos sindicatos de trabalhadores de Guarulhos, Barueri, Jundiaí, Bragança Paulista, Ibitinga, São Carlos , Indaiatuba, São Jose dos Campos, São José do Rio Preto e o presidente da federação.

O Sindvestuário Guarulhos foi representando pela presidente Márcia Alves e pela diretora Eliete Bispo.

Sindicato patronal quer retirar direitos conquistados A advogada do sindicato patronal apresentou a proposta de tornar a homologação preferencial no sindicato, deixando de ser obrigatória.

Ela quer rebaixar o valor do auxilio creche , que seria de 25% do piso não qualificado .

Hoje o auxilio creche é de 25% do piso qualificado no valor de R$ 313,00 por mês.

A proposta patronal de aumento salarial está abaixo do esperado pelo sindicato.

As representantes do Sindvestuário Guarulhos não concordaram com as propostas do sindicato patronal de retirada de direitos.