Vitoria na Justiça Golden Bord vai pagar as cestas em atraso

 

Em audiência na Vara do Trabalho de Guarulhos nesta segunda-feira dia 21 de maio a empresa Golden Bord reconheceu que devia cestas básicas aos seus empregados.
O sindicato entrou com ação na justiça em defesa dos direitos dos empregados as cestas básicas em atraso.

A empresa assinou acordo e terá que pagar em dinheiro sete cestas básicas, de junho a dezembro, no valor de R$ 82,00 cada uma.E ainda se obriga a fornecer todo mês a cesta básica prevista na convenção coletiva.
A empresa terá que apresentar ao sindicato os comprovantes de pagamento das cestas em atraso e da entrega da cesta do mês.
Caso a empresa não cumpra a decisão judicial, pagará multa de 100%.

Mais uma vez ficou provado a importância do sindicato na defesa dos direitos dos trabalhadores.