Sindvestuário Guarulhos faz acordo na Justiça e garante os direitos a demitidos da Lasermed

 

Em audiência realizada na quinta-feira (1º/6) na Vara do Trabalho de Caieiras, o Sindvestuário Guarulhos celebrou acordo com a Lasermed fabricante de produtos descartáveis e garantiu aos demitidos, que estão na Ação Coletiva movida pela entidade, o pagamento de todos os direitos rescisórios, além de multa . O acordo foi homologado pela juíza Juliana Baldini de Macedo, titular da Vara do Trabalho de Caieiras.

O pagamento será feito em seis ou até oito parcelas, havendo multa de 100% caso a empresa não cumpra o acordo. A Lasermed queria pagar os direitos em nada menos do que 24 parcelas, sem multa, em audiência que tentou realizar no Tribunal Nacional Arbitral localizado em São Paulo, na Praça da República. (leia aqui e aqui). Ao conseguir que esse “acordo” não se efetivasse o presidente do Sindvestuário Guarulhos, Álvaro Egea, alertou os demitidos que eles estavam sendo induzidos a trilhar um caminho sem nenhum valor jurídico.

Para garantir os direitos dos demitidos que estão no processo, o sindicato pediu o arresto dos bens da empresa e de seus sócios. Os trabalhadores já haviam obtido autorização para sacar o FGTS e receber o benefício do seguro desemprego por decisão da Justiça, também a pedido do sindicato, que prestou assistência jurídica integral e gratuita aos trabalhadores. Nenhum centavo foi cobrado dos demitidos para mover o processo contra a empresa.